7.9.09

O dom da diferença

Certas pessoas realmente tem o dom. O dom de te irritar, o dom de te machucar, o dom de criticar, o dom de te fazer sorrir, de te fazer relaxar, enfim, acho que todo mundo tem esse tipo de "dom". Uns se sobressaem mais do que os outros, fato!
Sabemos que existir diferenças entre as pessoas é realmente uma coisa a se pensar, porém é tudo muito normal, afinal, que graça teria se todos fossemos iguais? Se todos tivessemos as mesmas qualidades, os mesmos defeitos, nos vestissemos iguais, falassemos e andassemos iguais?
Conviver com essas diferenças é o mais difícil nisso tudo, saber lidar com isso, saber relevar determinadas coisas nos fazem guerreiros do nosso dia a dia. Em quantas discussões não nos metemos por tantas divergências? É a diferença fazendo presença, é o ponto de vista entrando em conflito com outros.
E essas diferenças é o que dá o ar da graça, fazendo-se muitas vezes necessárias. A questão é saber argumentar e se expressar, a maneira como você faz isso pode resolver coisas em questão de segundos. Mas em outras ela pode atrapalhar sim, pois as divergências pode não ter fim e viver nessa eterna desavença. E como tudo, deve-se saber conciliar, argumentar e saber levar. Sim, pois se parassemos para analisar e questionar todas as diferenças que temos com os outros, não iríamos saber conviver. Independente disso, acho que cada pessoa deixa em você aquilo que há de melhor nela, apenas as coisas boas ficam e essas diferenças são, por um momento, deixadas de lado. Somos assim, diferentes, únicos, e como diz o mestre Fernando Anitelli, raros.

3 comentários:

  1. Sermos tão diferentes é delicioso. Se não o fosse nada teria graça. Pudera eu conhecer toas as pessoas do mundo e guardar delas o melhor e o pior. Conhecer as raridades.

    ResponderExcluir
  2. gostei do que você escreve, só cuide a repetição de algumas palavras, ok? gostei do seu blog *-*

    ResponderExcluir
  3. concordo inteiramente Lucianoo, quisera eu tbm conhecer as raridadees! :D

    ---
    aah tá Carolina, pode deixar, hehe,eu tenho um seríssimo problema com repetição de palavras mesmo. Obrigada! :D

    ResponderExcluir

Que sua leitura tenha sido agradável! Se quiser se expressar, as portas estão abertas. Comentários respondidos nos blogs de origem.