11.10.09

pessoas: a incógnita

Confissão nº1: eu não entendo as pessoas
Confissão nº2: nunca as entendi e nunca as entenderei.
Confissão nº3: talvez ninguém nunca conseguirá entender além do seu próprio eu.
Atitudes inesperadas, palavras soltas no ar, pensamento incerto, insegurança, receio.
Paciência, essa palavra me diz muito.
Compreensão, é fato que eu a prezo.
Tempo, é tudo que eu preciso.
Mudança de foco, seria bom pra extravasar.
Pessoas, encantadoras, confusas, diferentes, imprevisíveis, a atração perfeita.

4 comentários:

  1. I'm sorry but I didn't understand what you wrote and the google translater didn't help as well. Maybe you could comment in englisch so I can understand you ;)

    ResponderExcluir
  2. haha thanks for your comments. now i can understand you :D
    shopping in germany is quiet good. we have a lot of nice shops which are not that expensive :)

    ResponderExcluir
  3. Sabe a confissão 3? Acho que a maioria nem se entende! O que acontece é que poucas pessoas pensam nesse tipo de coisa, então nem se preocupam. Quem pensa mais, sofre mais. É a vida mon petit. :)

    ResponderExcluir
  4. por um lado, você tem razão xD, conheço pessoas que não se entendem, e não se conhecem direito, mas se nós mesmos não entedermos nosso próprio eu, quem entenderá, não é mesmo? Razão, quem pensa nisso acaba se torturando, enquanto outras nem pensam nisso. ;)

    ResponderExcluir

Que sua leitura tenha sido agradável! Se quiser se expressar, as portas estão abertas. Comentários respondidos nos blogs de origem.