22.3.10

nuvens disformes

Essa noite sonhei contigo, seria o ápice do cinismo se negasse, mas estou mentindo quando digo que sonhei somente esta noite. Sua presença é constante, confesso que faço força para isso. Como dizem mesmo? É a força do pensamento ou seria meu subconsciente ansiando por isso? Talvez seja isso para alguns, mas para mim não. Já passou da fase do desejo intenso, pode ser que tenha virado um ideal impossível ou ironicamente um sonho impossível, longe demais da realidade. E não é assim que dizem que se ocupar de sonhos impossíveis é pedir pra não viver o hoje? É chamar a tristeza de canto e chamá-la de amiga? Que desses sonhos surgem aquelas feridas internas que só você sente? Durante quanto tempo sua cabeça consegue ficar livre de pensamento? Consegue pensar em não pensar? Se descobrir, peço que me fale mais tarde, na minha doce velhice. Por enquanto prefiro manter-me ocupada, com imagens coloridas, cenas em movimento, palavras se atropelando e meus sonhos mais perto de mim. É, penso que sua indiferença não foi o suficiente para a minha loucura. Mas você também tem as suas e um dia entenderá. Entenderá tudo que digo, entenderá que o equilíbrio sufoca o pensamento, mas ás vezes ele me dá asas pra voar.

3 comentários:

  1. ás vezes pode ser obsessão! mais como saber? eu não consigo!
    :D se descobrir avisa....

    ResponderExcluir
  2. Nha, lindo o blog amor, e os seus textos fazem ele ficar melhor. Ja estou seguindo.
    Visita ? http://parecoumamenina.blogspot.com :D

    ResponderExcluir
  3. Adorei o jeito que escreve.
    Mas é sempre bom ocupar a mente com mais de uma coisa ...

    Ah, visita tbm?
    http://pocketlibro.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Que sua leitura tenha sido agradável! Se quiser se expressar, as portas estão abertas. Comentários respondidos nos blogs de origem.