8.4.12

volte pra casa

- Para começar, me fale um pouco de você  Cora
- Por onde quer que eu comece?
- Me fale de seus planos a curto e a longo prazos.
- No momento, estou me permitindo ter algumas coisas.Não são planos exatamente, os planos vem a seguir. Um tempo a mais só pra mim, um quarto grande, um jardim maior, quem sabe.
- São bem simples, mas não acha que são coisas facilmente realizadas sem que precise de um planejamento mais complexo?
- Tudo isso é complexo, quando foi a última vez que teve tempo para regar as plantas do seu jardim?
- Eu nem tenho um jardim
- Porque não se permite ter um, tente e me fale disso da próxima vez que nos encontrarmos. E meus planos a longo prazo também não são diferentes da idéia inicial, eles são uma continuação de tudo que quero. Eu só quero ir e chegar.
- Ir pra onde , chegar de onde ou chegar aonde?
- Quero ir para outros lugares, conhecer outras pessoas, andar por ruas e atalhos novos. Mas consciente que quando eu retornar, seja daqui há alguns meses ou 2 anos, minha casa esteja da mesma forma que eu deixei, que tenha alguém cuidando do meu jardim pra mim. Organizarei tudo como sempre fiz e partirei novamente.
- Para onde exatamente? E se tudo der certo por lá, por que voltar?
- Qualquer lugar que tenha uma linda paisagem por perto, pra que eu possa fazer minha caminhada matinal, passar cumprimentando as pessoas, voltar e sentar pra tomar um belo café da manhã. E se for assim por 20,30 anos, que seja. Será ótimo. E em todo esse tempo estarei sempre pensando no tempo, no espaço do meu quarto  e no meu jardim.
- Por que ainda insiste no seu jardim, até lá ele estará cheio de insetos, ervas daninha e não será mais seu há muito tempo.
- A nossa casa sempre nos pertence, não digo pelo espaço físico, mas é onde você deixa seu coração. Onde quer que você vá, você sempre pode voltar.

Ouça :

3 comentários:

  1. O seu texto é encantador e bem consistente na mensagem pretendida, amei de fato! Parabéns, beijos neste lindo coraçãozinho.

    ResponderExcluir
  2. Que pérola, guria! Adorei! Me lembrou tanta peça, tanto livro, tanta gente, tanta música... Sete minutos, O Pequeno Príncipe, amores, amigos e família, Paralamas do Sucesso, Vander Lee... Mas sobretudo, me lembrou Nômade, do Skank. Dá uma escutada, acho que vai significar tanto pra você quanto significa pra mim. Parabéns pela sensibilidade do texto, ficou lindo. Vou levar meu dia hoje assim: leve, que só... Respondendo o que me perguntarem no caminho sem me preocupar muito, de fato, com a coerência ou complexidade do que respondo. Besito!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom! Seguir seus sonhos, não importando o que os outros pensam daquilo e sim o valor que você dá.

    Adorei seus textos! Voltarei mais vezes.
    Beijo!

    ResponderExcluir

Que sua leitura tenha sido agradável! Se quiser se expressar, as portas estão abertas. Comentários respondidos nos blogs de origem.