27.5.12

quadros e sonhos

'Na tarde de um domingo azul', me encontrei com 
La Belle de Jour', moça gente fina 'vinda' lá do Sul
Me disse que veio pra colheita do nascente
Que seu sonho era ter dois filhos e 
Um jardim repleto de lírios, copos de leite, tulipa e girassol
Lhe aconselhei a começar rápido, que cidade grande
não era  brincadeira não
Então me disse que estava reconstruindo e pondo mais cal
e cimento nas brechas dos blocos de concreto e que 
ia começar colorindo seus quadros, era uma maneira
alternativa de ganhar dinheiro pra comprar o material necessário
e que a pintura iria ajudar, pois tapava buracos que nem ela
mesmo havia visto, já que as cores camuflavam a parede
cinza e sem vida do seu mundo a céu aberto.


ps: Eu só peço então que não chova La Belle De Jour


"Em cores vibrantes e ar soberano
Um olho que mira nunca o engano
Durante o instante que vou contemplar"




título e trecho da letra "Beira-Mar" do Zé Ramalho.
foto: tirada por mim.
La Belle de Jour: referência da música de Alceu Valença



3 comentários:

  1. Muito bom!

    Reconstruir seu espaço com as cores que você escolhe não é tarefa fácil, ainda mais quando o cinza se faz muito presente. Mas quando se é tomado o cuidado de reforçar a base, como a belle de jour faz, qualquer cinza virará fênix.

    E não haverá cor mais bela que a de Belle. ^^

    ResponderExcluir
  2. Tive que ler ouvindo "La Belle de Jour". É uma música alegre, combina com o colorido das suas palavras... acho que tem que ser assim mesmo, a gente te que ir colorindo nossa vida.

    No mais, meu sonho também é um jardim...

    beijos, moça.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui (:

    ontendency.blogspot.com

    ResponderExcluir

Que sua leitura tenha sido agradável! Se quiser se expressar, as portas estão abertas. Comentários respondidos nos blogs de origem.